Ford lança nova família Bronco, que pode chegar ao Brasil

Modelo é famoso por ter sido usado na fuga do ex-jogador de futebol americano OJ Simpson em 1994.

Nova família Ford Bronco Divulgação A Ford revelou nesta segunda-feira (13) a nova geração do Bronco, um dos lançamentos mais esperados da indústria automotiva em 2020.

Mais do que um modelo, Bronco agora será uma família de SUVs, composta por 3 veículos: Bronco 2 portas Bronco 4 portas Bronco Sport O novo Bronco também será um veículo global, vendido em diversos países do mundo, além dos Estados Unidos.

Os Bronco 2 e 4 portas têm produção programada para começar no início de 2021, com as vendas sendo abertas poucos meses depois. Já a versão Sport começa a ser fabricada ainda no final de 2020.

Ao menos uma das versões pode ser vendida no Brasil - unidades do modelo apareceram rodando em testes em solo nacional.

A Ford, no entanto, não confirma a comercialização por aqui.

Nova família Ford Bronco Divulgação Os dois primeiros possuem maior aptidão off-road, enquanto o terceiro traz maior apelo urbano - para concorrer em um segmento de maior volume de vendas.

Um ponto de contato entre eles, além do nome, é a tração 4x4.

Os Bronco 2 e 4 portas podem sair de fábrica com duas motorizações, ambas da família EcoBoost: 2.3 de 4 cilindros e 270 cavalos ou V6 de 2.7 litros e 310 cv.

Há opções de câmbio manual de 7 marchas ou automático, de 10 marchas.

Ford Bronco Sport Divulgação Já o Bronco Sport tem duas opções menos potentes, mas também EcoBoost: 1.5 de 3 cilindros e 181 cv, ou o 2.0 de 245 cv. De acordo com a Ford, os modelos foram pensados para ter a "a dureza da Série F e o espírito de desempenho do Mustang", dois ícones da marca.

A picape é o veículo mais vendido do país há mais de 4 décadas, enquanto o Mustang é um esportivo mundialmente conhecido.

O Bronco é um modelo bastante conhecido pela robustez - um dos seus rivais é o Jeep Wrangler, além de ser um ícone da Ford.

Antes dessa nova geração, ele foi produzido durante 30 anos, entre 1966 e 1996. Bronco 2 e 4 portas Ford Bronco 2 e 4 portas Divulgação Essas são as versões com maior apelo off-road.

Nos Estados Unidos, elas serão vendidas com preços a partir de US$ 29.995, ou o equivalente a R$ 161 mil, na conversão direta.

O novo Bronco terá sete modos de condução: Normal, Eco, Sport, Terreno escorregadio e Areia, Baja, Lama/Sulcos e Pedras. Há dois sistemas de tração 4x4: uma mais simples e outra avançada.

O primeiro possui uma caixa de transferência eletrônica de duas velocidades.

Já o segundo, que será vendido como opcional, traz uma caixa eletromecânica de duas velocidades, que adiciona um modo automático para o 4x4 sob demanda.

Ela utiliza um eixo traseiro sólido Dana 44 AdvanTEK e um diferencial independente Dana AdvanTEK - ambos com travamento eletrônico.

Segundo a Ford, o novo Bronco é o melhor em seu segmento quando o assunto é capacidade off-road.

Ele tem quase 30 cm de distância para o solo, ângulo de ataque de 29 graus e ângulo de saída de 37,2 graus, além de capacidade de submersão de 85 cm.

Ford Bronco tem teto com paineis removíveis Divulgação Para reforçar a "pegada" off-road, o Bronco de 2 portas terá, de série, teto dividido em três partes removíveis: dianteira esquerda, dianteira direita e traseira.

Já a versão de 4 portas tem quatro seções de teto removíveis, incluindo um painel na posição central.

De acordo com a Ford, qualquer um dos painéis pode ser removido por uma pessoa. Ainda há opções de capotas de tecido.

Janelas e portas também podem ser removidos. Porém, nem apenas de espírito aventureiro vive o Bronco.

A cabine traz quadro de instrumentos digital e central multimídia de 12 polegadas.

Além disso, há câmeras por toda a volta do veículo, que proporcional visão 360 graus ao motorista.

A Ford ainda não detalhou as versões e equipamentos do Bronco, mas disse que o modelo poderá contar com o pacote chamado Ford Co-Pilot360, que inclui controle de cruzeiro adaptativo, alerta de mudança de faixa, frenagem automática de emergência e estacionamento autônomo.

Bronco Sport A versão mais "simples" do Bronco traz um visual mais convencional, ainda que seja bastante diferente de seus pares.

Nos Estados Unidos, ele deverá concorrer com dois modelos da Jeep: Cherokee, que não é mais vendido por aqui, e Compass, um dos SUVs mais populares do Brasil. Fama indesejada Ford Bronco branco (dir.) usado na fuga de OJ Simpson em 1994 Mike Nelson/AFP/Arquivo Um outro fato - bem menos louvável - também ajudou a construir a fama do Bronco.

Esse foi o carro usado na fuga do ex-jogador de futebol americano OJ Simpson, em 1994.

A perseguição policial que se prolongou por quase 100 km foi transmitido para 95 milhões de pessoas pela TV americana.

Simpson, que era procurado pela polícia, não estava na direção do veículo, e sim o seu ex- companheiro de Buffalo Bills, Al Cowlings.

Curiosamente, a Ford havia marcado o lançamento da nova família Bronco para 9 de julho, dia do aniversário de Simpson.

Porém, com a associação da data, a empresa resolveu adiar a estreia para esta segunda.

Oficialmente, a empresa disse que mudou a estreia por "respeitar algumas preocupações levantadas anteriormente sobre a data, que foi pura coincidência".

Categoria:Carros